• Telefone: 16 3797-8000 | 16 3635-8032
19/11/2020
Imagem: Rawpixel, de envatoelements Imagem: Rawpixel, de envatoelements

Rotinas extremamente puxadas, competição e ambiente em constante tensão e pressão. Essa realidade, presente em grande parte das empresas, pode ser amenizada com investimentos em ações que geram melhor qualidade de vida aos colaboradores.

Esse requisito contribui não apenas para promover um ambiente corporativo mais sereno como adequado para a prática de ações saudáveis e prazerosas.

Foi pensando nisso que a CSul, empresa que está por trás de um projeto de desenvolvimento urbano sustentável da América Latina, aliou práticas utilizadas no seu modelo de negócio, investindo de maneira inédita na criação de estratégias para melhorar a saúde e a qualidade de vida de seus colaboradores.

No rol de ações para promover o bem-estar de seus funcionários, a empresa disponibilizou bicicletas para eles praticarem atividade física ou mesmo se locomoverem facilmente com o veículo elétrico do supermercado até a farmácia, motivando a inserção do exercício físico na vida de seus colaboradores e dando liberdade para a equipe adotar hábitos diferentes para aliviar o estresse do dia a dia.

Ao fomentar o alinhamento de conceitos de desenvolvimento urbano mais humano, inteligente, criativo e sustentável ao modelo de gestão de pessoas, a CSul ampliou não somente a interação, mas também a produtividade e a satisfação de seus funcionários.

Canteiro de hortiças e verduras
O foco no desenvolvimento humano foi estratégico na decisão de criar um canteiro de hortaliças e verduras, de 2,20 metros de largura por 12,30 metros de comprimento, voltado para os colaboradores.

A iniciativa, fruto do desejo de uma funcionária, contou com a participação maciça dos colaboradores, que colocaram as mãos na terra e puderam plantar couve, alface, cebolinha, entre outras hortaliças, além de verduras da preferência deles.

A intenção é que os funcionários consumam os produtos da horta que reforça um dos principais pilares do projeto CSul, a sustentabilidade.

Um dos projetos da CSul é criar uma área verde por habitante cerca de seis vezes maior que em Belo Horizonte, com corredores ecológicos, drenagem natural e preservação de 60% do território em terreno natural.

As novas posturas dentro da empresa, de acordo com Philippe Figueiredo Alcântara, analista de marketing da CSul, se iniciaram no mês de outubro a partir da parceria da CSul com a Sense (montadora de bicicletas) para o lançamento do Sense Grom Zone, espaço voltado para crianças e jovens,  contendo  pista Pump Track e obstáculos de várias modalidades do ciclismo.

O projeto foi um sucesso e impulsionou o empréstimo pela Sense de quatro bicicletas de última geração para os funcionários da CSul, o que contribuiu para o programa de qualidade de vida da empresa que fomenta o esporte, o lazer e o bem-estar. Duas das bikes são elétricas.

"Durante a pandemia, a região da Lagoa dos Ingleses se transformou em um excelente local para fazer trilhas e passeios. Nós colaboradores podemos nos deslocar dentro do empreendimento da CSul utilizando bikes da Sense para ir a restaurantes, farmácias, supermercados ou outros pontos, como também fazer empréstimo para utilizar as bicicletas durante os fins de semana, com oportunidade de praticar atividade física e redescobrir locais, como a linda paisagem do mirante do Belvedere, no entorno  da Lagoa dos Ingleses", conta Philippe, acrescentando que até o fim deste ano outras duas bicicletas serão cedidas pela Sense para os colaboradores da CSul.

fonte: Estado de Minas

Lorem Ipsum

Whatsapp