• Telefone: 16 3797-8000 | 16 3635-8032
25/07/2019
Imagem retirada de https://www.mixvale.com.br/2019/07/23/numero-de-morte-em-acidentes-de-trabalho-volta-a-crescer-veja-dicas-de-seguranca/ Imagem retirada de https://www.mixvale.com.br/2019/07/23/numero-de-morte-em-acidentes-de-trabalho-volta-a-crescer-veja-dicas-de-seguranca/

De acordo com o último levantamento realizado pelo Ministério da Previdência Social, cerca de sete brasileiros perdem a vida todos os dias em acidentes de trabalho no Brasil, totalizando uma média de 2.500 óbitos a cada ano. O índice de mortes registrou queda até 2017, mas voltou a subir no país.

O resultado preocupa, afinal, espera-se que a cada ano empresas e funcionários estejam mais cientes da importância da prevenção. Esses números alarmantes colocam o Brasil na quarta posição mundial em relação a quantidade de mortes, perdendo apenas para a China, os Estados Unidos e a Rússia, segundo dados divulgados recentemente pela Organização Internacional do Trabalho (OIT).

Para reverter o cenário atual, em abril, o governo federal, empresas e entidades sindicais uniram-se e lançaram a Campanha Nacional de Prevenção de Acidentes de Trabalho (Canpat) 2019. O objetivo da iniciativa é destacar a necessidade de adotar medidas para evitar tais acidentes, bem como doenças associadas aos empregos.

A campanha prevê um conjunto de ações que visam informar e sensibilizar empregadores, funcionários e também a sociedade sobre a importância da prevenção e da redução dos acidentes. Com isso, espera-se que o número de óbitos durante o trabalho seja reduzido novamente. Entretanto, para isso é necessário que as medidas de segurança sejam praticadas por empresas e colaboradores.

O vice-procurador-geral do Trabalho, Luiz Eduardo Bojart, atribui a ocorrência dos acidentes ao “descaso com a prevenção”. “Quando você estabelece negócio, investe em equipamentos e instalações, mas ‘gasta’ com segurança do trabalho. A segurança é vista como ônus”, afirmou à Agência Brasil.

Porém, para melhorar os números, não há outro caminho: é preciso investir em equipamentos de segurança.

- Prevenção dos acidentes de trabalho
A proteção da saúde do trabalhador é uma das principais preocupações do Direito do Trabalho. Há normas exigindo essa proteção na CLT, na Constituição Federal e em tratados internacionais, como as convenções da Organização Internacional do Trabalho (OIT). Confira abaixo algumas dicas para prevenir acidentes:

- Promova a utilização dos equipamentos de proteção
Os Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) ou Coletiva (EPCs) são utensílios utilizados por uma pessoa ou por uma equipe, a fim de prevenir a ocorrência de lesões durante a execução de determinadas atividades na empresa. Esses equipamentos são extremamente eficientes para evitar acidentes de trabalho e, portanto, aumentam a segurança tanto para os colaboradores quanto para a empresa.

Assim, é preciso que a organização, ou seja, empregador forneça equipamentos de segurança com qualidade atestada, juntamente com instruções quanto a utilização adequada desses dispositivos. O tipo de equipamento deve ser escolhido de acordo com a atividade desenvolvida por cada colaborador e não deve gerar qualquer tipo de ônus para os funcionários.

- Mantenha ambientes e equipamentos devidamente sinalizados
É muito comum que o próprio ambiente ou mesmo os equipamentos utilizados pelo funcionário propiciem a ocorrência de acidentes de trabalho. A utilização de algumas ferramentas, principalmente na construção civil, podem ser o suficiente para evitar danos aos colaboradores. Hoje o mercado oferece uma vasta opção de produtos seguros e dedicados exclusivamente a certas atividades.

Há tarefas, por exemplo, onde escolher um martelo bola será mais eficaz e seguro do que um martelo unha. Plataformas de escada, guincho elétrico, entre outros, também podem evitar sérios acidentes.

É imprescindível também, que as áreas, ferramentas e os objetos sejam devidamente identificados e sinalizados quanto aos seus riscos potenciais à saúde ou à integridade física do trabalhador.

- Evite a presença de distrações no ambiente
Uma das causas mais comuns do acidente de trabalho é a distração. Nesse contexto, é fundamental que as potenciais fontes de distração sejam removidas do ambiente, tais como músicas, conversas paralelas ou outros tipos de ruídos desnecessários.

Além disso, o ambiente deve estar adequadamente organizado, limpo e iluminado, a fim de aumentar a concentração durante a execução das atividades e evitar acidentes de trabalho.

- Crie um manual de prevenção de acidentes
A criação de um manual com a política de segurança da empresa também é indispensável para evitar acidentes de trabalho. Nesse documento, é preciso que estejam presentes todas as regras estabelecidas pela instituição, com uma linguagem clara e acessível a todos os funcionários. É preciso, ainda, que cada processo desenvolvido pela empresa tenha um Procedimento Operacional Padrão (POP), a fim de se estabelecer uma ordem de execução das atividades, aumentando a segurança para ambos, empresa e funcionários.

fonte: MixVale

Lorem Ipsum

Whatsapp