• Telefone: 16 3797-8000 | 16 3635-8032
20/02/2020
Imagem: Depositphotos Imagem: Depositphotos

Não existe um ano que passe sem que pessoas se afastem de seus trabalhos devido a acidentes sofridos em ambientes de ofício. Para você ter uma ideia da gravidade, mais de 4 milhões de pessoas sofreram algum tipo de acidente de trabalho entre 2012 e 2018 no Brasil. Desses, cerca de 17 mil funcionários acabaram morrendo.

O cenário é preocupante, não é mesmo? Ainda mais sabendo que 90% desses casos poderiam ser evitados com as devidas proteções obrigatórias.

Pensando nisso, listamos para você alguns critérios de segurança de trabalho que você não pode ignorar. Eles são fundamentais para que dados como os apresentados acima sejam cada vez menores. Vamos lá?

Preste atenção nos riscos existentes no ambiente de trabalho
Um ambiente de trabalho precisa ser seguro para os funcionários. Não existe a possibilidade, ou pelo menos não deveria existir, de um trabalhador realizar sua tarefa sabendo que pode sofrer um acidente a qualquer momento.

Mas, quando um segmento já te condiciona a uma situação de risco, como trabalhos químicos, biológicos e físicos, você precisa contar com um laudo de riscos feito por um especialista em segurança de trabalho.

Os riscos não são apenas aqueles que o funcionário tem chances reais de se lesionar. Ruídos prejudiciais à audição, por exemplo, também precisam ser apontados no relatório para que possam ser evitados.

Todos os riscos que causam danos à saúde do trabalhador precisam ser combatidos. E, para isso, é fundamental que você fique atento a todas as possibilidades. Com o relatório de riscos em mãos, você poderá ter um controle maior do que vai precisar para combater cada um deles.

Fique atento às atividades insalubres e perigosas
Com o relatório em mãos, é possível identificar quais são as atividades perigosas e insalubres existentes no ambiente de trabalho.

Antes de mais nada, é importante definir o que são trabalhos perigosos e insalubres. Os perigosos são todos aqueles que colocam o trabalhador em contato direto com energia elétrica, inflamáveis e explosivos, além de correr riscos de roubos e violência física e psicológica.

Já os insalubres são aqueles que colocam o funcionário em situações de contaminação e em contato com agentes nocivos a saúde.

A forma mais eficaz para combatê-las é utilizando os equipamentos de proteção individual e coletivo. Caso esta norma já tenha sido implementada na sua empresa, fique atento quanto ao uso. Os funcionários precisam estar equipados para realizar suas atividades.

Aplique treinamentos e palestras periodicamente
Apesar de parecer menos importante que os já citados anteriormente, este método é fundamental. Isso porque ele conscientiza e ajuda o funcionário a entender a importância da segurança no trabalho, assim como a se proteger.

É indicado que os funcionários tenham palestras sobre a importância da utilização de equipamentos de proteção. Saber identificar os riscos também é importante.

Quando o assunto é treinamento, eles podem ser aplicados em duas frentes: uma para orientar e ensinar a utilizar cada equipamento de proteção, e o outro para auxiliar e ajudar os funcionários a exercerem suas funções da melhor forma possível.

Não importa se você trabalha com resina epóxi, reciclagem de eletrônicos ou bomba centrífuga. Todo segmento possui seus riscos e perigos na hora de exercer seu trabalho. Pense bem e levante todos eles. Uma ambiente seguro para o trabalhador é um ambiente propício para trazer bons resultados e lucros à empresa.

fonte: Click Petróleo e Gás, escrita por Iago Martins (criador de conteúdo do Soluções Industriais)

Lorem Ipsum

Whatsapp